domingo , julho 22 2018
Home / Livraria Dom Casmurro / RESENHA – A garota do lago – Charlie Donlea

RESENHA – A garota do lago – Charlie Donlea

Foto: Thais Queiroz

Livro: A garota do lago

Autor: Charlie Donlea

Editora: Faro Editorial

Páginas: 295

Classificação: 5/5

Olá, pessoal! Hoje apresento a vocês o meu mais novo suspense policial favorito, A garota do Lago do Charlie Donlea. Este é o primeiro livro do autor publicado no Brasil, que já lançou outro pela mesma editora: Deixada para trás. Charlie Donlea, definitivamente está conquistando o público brasileiro e nessa resenha vocês irão entender porquê. Vamos lá?

Sinopse: Summit Lake, uma pequena cidade entre montanhas, é esse tipo de lugar, bucólico e com encantadoras casas dispostas à beira de um longo trecho de água intocada. Duas semanas atrás, a estudante de direito Becca Eckersley foi brutalmente assassinada em uma dessas casas. Filha de um poderoso advogado, Becca estava no auge de sua vida. Era trabalhadora, realizada na vida pessoal e tinha um futuro promissor. Para grande parte dos colegas, era a pessoa mais gentil que conheciam.

Agora, enquanto os habitantes, chocados, reúnem-se para compartilhar suas suspeitas, a polícia não possui nenhuma pista relevante. Atraída instintivamente pela notícia, a repórter Kelsey Castle vai até a cidade para investigar o caso. 

A selvageria do crime e os esforços para manter o caso em silêncio sugerem mais que um ataque aleatório cometido por um estranho. Quanto mais se aprofunda nos detalhes e pistas, apesar dos avisos de perigo, mais Kelsey se sente ligada à garota morta.

Opinião: Charlie Donlea definitivamente tinha nas mãos a fórmula perfeita para um suspense policial enquanto escrevia A Garota do Lago. O livro é surpreendente, angustiante e cheio de reviravoltas, dividido em quatro partes, a história tem um narrador principal que conta a vida de Becca e da Kelsey, de forma intercalada em cada capítulo.

Sem inimigo nem suspeitos. Apenas uma pessoa cheia de planos que estava viva num dia e, no outro, é encontrada morta.

O livro já começa com o assassinato. O autor nos coloca de imediato naquele cenário de terror que foi a morte da Becca. A jovem morreu de maneira brutal, um crime horrível. Preciso desabafar com vocês, ler sobre a forma que Becca morreu não foi fácil. Charlie Donlea nos faz reviver esse acontecimento a todo momento, na retrospectiva feita da vida da Becca, pois ele refaz os caminhos da vítima, exatamente 14 meses antes do assassinato dela, ou seja, ele nos mostra o que poderia ter sido feito para mudar este cenário.

A polícia local trabalha com a suspeita de um assalto seguido de morte, o que não faz sentido, pois não houve sinais de arrombamento e o alarme não foi disparado. O que confirma que a vítima conhecia o seu assassino e o convidou para entrar, desativou o alarme e destrancou a porta. A Becca era uma estudante de direito, tinha um sonho de ter a sua própria agência de advocacia e na Universidade de George Washington era inseparável dos seus amigos Brad, Jack e sua companheira de quarto, Gail. Os quatro formavam um grupo unido, cheios de vida e esperança para o futuro.

Kelsey é uma jornalista boa de faro, ela sabe os caminhos a serem seguidos, as perguntas adequadas a cada ocasião e acima de tudo, confia nos seus instintos como um guia para escrever os seus artigos. Logo de primeira, a jornalista foi mandada para cobrir essa história pois o seu editor pensava ser algo fácil, “mais um assalto seguido de morte”, eles não sabiam os segredos que iriam ser revelados em Summit Lake.

Ao se tratar de segredos, Becca colecionava vários deles. Escondia as coisas dos seus amigos, família e até de si mesma. Coube a Kelsey descobrir todos esses segredos e os traze-los à tona custe o que custar. Resolver esses mistérioss se tornou questão de honra para a detetive, até porque, foi fácil para ela se identificar com a Becca.

Normalmente eu prefiro histórias narradas em primeira pessoa, pois assim eu sinto que me transporto para a figura do personagem e vejo a história desenrolar bem nos meus olhos. Mas este livro tem um narrador. Ele conhece a vida da Becca, da Kelsey e do seu assassino (no final temos alguns capítulos contando a sua história). Da mesma forma que ele conhece a trama, vez por outra, decide a hora certa de revelar os fatos e nos deixa tirar nossas próprias conclusões, mesmo que elas sejam precipitadas. Uma dica? Leia este livro com post-it, anote seus suspeitos e preste bem atenção aos detalhes.

  @jornalizando / @itselai / @tataiqueiroz

Sobre Dom Casmurro

Veja também

COQUETEL DE LANÇAMENTO LIVRO BENDIZER

  Lançamento do Bendizer: o livro das tentantes numa visão espiritual Data: 21/07 Local: Livraria …

Um comentário

  1. Adorei a resenha desse livro!! Apesar de não ser um livro que normalmente leio ainda assim muito interessante a história. Parabéns!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.